Capa do Livro de Ouro comemorativo do centenário da independência do Brasil e da Exposição Internacional do Rio de Janeiro
Livros • Books

Livro de Ouro Comemorativo do Centenário da Independência e da Exposição Internacional do Rio de Janeiro


Publicação que inclui publicidade de empresas conserveiras portuguesas. Procuramos um exemplar.

 

 

 

Livro de Ouro Comemorativo do Centenário da Independência e da Exposição Internacional do Rio de Janeiro

Exposição de 7 de Setembro 1822 a 7 de setembro 1922.

Date edição 7 de Setembro 1923

Edição do Almanak Laemmert

Rio de Janeiro

 

in AS COMEMORAÇÕES DO SETE DE SETEMBRO EM 1922: UMA RE(LEITURA) DA HISTÓRIA DO BRASIL

Júlia Ribeiro Junqueira

No ano de 1922, uma antiga personagem da história do Brasil — a Independência —voltava a ser o centro das atenções e, certamente, induzia a nação brasileira a se repensar. Tal reflexão se inseria no âmbito das comemorações do centenário da emancipação política do Brasil que, sem dúvida, se constituíram em uma oportunidade ímpar para que houvesse uma reelaboração tanto da memória imperial como daqueles fatos que marcaram a história brasileira. Sob esse prisma, o artigo pretende demonstrar, a partir de alguns dos preparativos para o sete de setembro, como a publicação do Livro de Ouro e o lançamento de uma edição especial pelo Jornal do Commercio, representaram um artifício para uma re(leitura) da história do Brasil.

 

In 1922, an ancient character of Brazilian history — the Independence — became once again the centre of attention and, indeed, prompted the Brazilian nation to rethink its identity. Such reflection fit within the celebration context of the centennial celebration of independence, which, undoubtedly, provided a unique opportunity for a reformulation of both the imperial memory and those events that marked Brazilian history. Within this framework, this paper seeks to demonstrate, based on some of the arrangements for the 7thSeptember, how the publication of the book Livro de Ouro and the launch of a special edition by Jornal do Commercio represented a means for reassessing Brazilian history.

 

…Obra bem extensa, o Livro de Ouro foi dividido em cinco partes, nas quais foram expostas, além das diversas temáticas que englobavam os assuntos científicos, literários, históricos, geográficos, de belas artes e econômicos, aquelas referentes ao certame realizado no Distrito Federal….

…Na primeira parte, encontram-se trinta artigos que fazem uma retomada histórica da política, da sociedade, da cultura, da economia e de outros diversos assuntos concernentes ao Brasil…

…Já a segunda é composta de seis temas, a saber: A voz da imprensa, A Exposição Internacional, As grandes festas, Congressos e Conferências, Homenagens estrangeiras,Notas várias e Encerramento das festas…

…A terceira parte do livro dedica-se àqueles denominados “os fundadores do Império e da República”, ilustrada com fotos de José Bonifácio de Andrada e Silva, d. Pedro I, Benjamin Constant, Marechal Deodoro e os demais presidentes.

A quarta desenvolve uma síntese de cada estado brasileiro, incluindo o Distrito Federal.

Por último, arrematando o livro, apresenta-se um resumo sobre a imprensa, no qual se fez uma retomada histórica sobre o Jornal do Brasil, O Paiz, O Correio da Manhã, o Imparcial e o Estado de São Paulo.

Ainda, acrescido de um tópico, com o título Saudações Portuguesas, na qual seapresentaram artigos escritos por Alberto d’Oliveira, Antonio Baião, Lucio d’Azevedo, visconde de Carnaxide, Mendes Corrêa, Alberto Pimentel e João de Castro…