Enlatado

PINHAIS • Portuguese sardines in pure olive oil and tomato sauce


Marca:  Pinhais

PINHAIS • Portuguese sardines in pure olive oil and tomato sauce

PINHAIS • Portuguese sardines in pure olive oil and tomato sauce

 

in A Embalagem de Conservas na Conserveira Pinhais
Análise dos rótulos produzidos de 1920 a 2014
Sara Sousa Monteiro
Design de Comunicação
2014

 

DESCRIÇÃO TÉCNICA

LOCALIZAÇÃO ESPÓLIO: PINHAIS & CA. LDA. 

FABRICANTE: PINHAIS & CA. LDA. 

EXPORTADOR: PINHAIS & CA. LDA. 

DATA: SEGUNDA GERAÇÃO (1991-1993)

MARCA: PINHAIS 

DURAÇÃO DA MARCA: 1939 (PELO MENOS) – ACT. 

TIPO DE CONSERVA: SARDINHA EM TOMATE E AZEITE DE OLIVEIRA

PESO NETO: 125G

MERCADO DE DESTINO: LÍNGUA UTILIZADA: INGLÊS | TRADUÇÕES EM: PORTUGUÊS

 

EMBALAGEM

NOME DO EMISSOR: PINHAIS & CA. LDA. 

MATERIAL: FOLHA DE FLANDRES 

COR: PRATEADO 

DIMENSÕES: C. 10,6CM L. 6,2CM A. 2,75CM 

PESO: 42G 

TIPO DE LATA: EASY OPEN, COM ANILHA DE ABERTURA COLOCADA NO TOPO DA TAMPA, É AINDA DE REFERENCIAR AS DEPRESSÕES E RELEVOS DADOS EM TODAS AS FACES DA EMBALAGEM PARA CONFERIR RESISTÊNCIA À MESMA, CREMOS NO ENTANTO, QUE AS DEPRESSÕES DADAS NA TAMPA TÊM COMO PROPÓSITO O AUXÍLIO NO ACTO DE ABERTURA, AJUDANDO À DEFORMAÇÃO DA MESMA.

TIPO DE ABERTURA: A ABERTURA É FEITA COM O AUXÍLIO DA ANILHA EXECUTADA POR DESENROLAMENTO DA TAMPA PELA LINHA DE ENFRAQUECIMENTO

 

RÓTULO

IMPRESSÃO: CROWN 

TÉCNICA DE IMPRESSÃO: LITOGRAFIA 

CORES UTILIZADAS: VERMELHO, AMARELO, PRETO

 

INFORMAÇÃO ESCRITA

LATERAL CENTRO: PORTUGUESE SARDINES | IN PURE OLIVE OIL AND TOMATO SAUCE | SALT ADDED | “PINHAIS” | BRAND | PRODUCT OF PORTUGAL – NET WEIGHT 4 3/8 OZ. AVOIR

LATERAL DIREITA: CÓDIGO DE BARRAS

LATERAL ESQUERDA: POIDS NET 125 G | PESO NETTO 125 G | NET WEIGHT 4 3/8OZ. | NETTOINHALT 125 G | FISCHEINWAAGE 90 G | PESO NETO 125 G

LATERAL TOPO: “PINHAIS” | BRAND | PORTUGUESE SARDINES IN PURE OLIVE OIL | AND TOMATO SAUCE – SALT ADDED

LATERAL FUNDO: “PINHAIS” | BRAND | SARDINHAS PORTUGUESAS EM TOMATE | INGREDIENTES: SARDINHAS, TOMATE, AZEITE E SAL

BASE: SARDINES PORTUGAISES A LA TOMATE | COMPOSITION: SARDINE, TOMATE, HUILE D’OLIVE ET SEL | SARDINE PORTOGHESI | AL POMODORO | CONTENU: SARDINE, POMODORO | OLIO D’OLIVA E SALE | CONT. CUB. 125CM3 | PORTUGIESISCHE SARDINEN | IN TOMATEN | STERILISIERT, KUHL UND TROCKEN AUFBEWAHREN | HERSTELLUNGSJAHR | SIEHE STANZE | CONSUMIR DE PREFERÊNCIA ANTES DO FIM DE: 2016 | A CONSOMMER DE PRÉFÉRENCE AVANT FIN: 2016 | BEST BEFORE THE DATE END: 2016 | MINDST HOLDBAR TILL: 31-12-2016 | “PINHAIS” | BRAND | SÍMBOLO RECICLAGEM

 

DESCRIÇÃO ESTILÍSTICA E DESCRIÇÃO TEMÁTICA

O rótulo actual da marca ‘Pinhais’ apresenta-se como uma reprodução da sua versão vintage. Os elementos que a constituem mantêm-se na sua maioria, assim como a temática marítima. O pescador, agora calçado, encontra-se sentado numa duna, a manusear uma rede de pesca, com duas aves a sobrevoá-lo. Ao fundo, um mar e céu acizentado. A cena é inserida num duplo círculo com informações referentes à marca, sobreposto à ilustração de um peixe. O elemento de destaque continua assim a ser o logótipo da empresa, associado à marca com a mesma denominação. A designação da marca sublinha a ilustração em toda a sua extensão, e a informação secundária concentra-se na área superior e inferior do rótulo.

Tratando-se de uma reprodução do rótulo vintage, como já foi mencionado, notámos, no entanto, uma grande diferença. O logótipo da empresa é utilizado actualmente com um desenho mais estilizado, onde alguns pormenores são dispensados, não fazendo recurso da utilização da técnica do pontilhismo, alteração que pode advir da inovação tecnológica, onde o desenho digital vectorizado passa a ser utilizado por oposição a um desenho manual. 

A dimensão da embalagem, agora mais pequena, em formato . club, também pode ser um factor que terá levado à estilização do desenho. Assim, podemos notar que as linhas em geral, tanto de contorno como de preenchimento, se tornaram mais espessas, continuando a variar de espessura em certos locais de modo a conferir volumetria aos elementos ilustrados. 

Continuamos a ter a mesma quantidade de elementos, no entanto estes apresentam ligeiras alterações. No canto direito sobre a linha do mar, surge agora outro pontão e não um barco, a rede de pesca apresenta agora bóias nas extremidades com uma maior dimensão que o desenho original, a personagem deixa de ser representada com barba, não se notanto também o cabelo por baixo do chapéu, além de ser visível agora uma camisola por baixo do casaco, não notámos também qualquer utensílio na sua mão direita, e por fim, ao lado do pescador vemos agora um cesto. 

Elementos externos à cena são os que apresentam menos alterações, o elemento circular que enquadra a cena, passa a ser colorido a amarelo e não a azul, além de ter uma forma ligeiramente diferente na ligação entre o outline do círculo com a faixa a que se sobrepõe. O peixe mantém-se a prateado, em folha virgem, neste elemento é notória a estilização do desenho acima referida, temos a passagem da área, à trama, e desta ao traço, que se vai tornando mais espaçado e mais pequeno, conseguindo assim dar a noção de volume, além da insinuação das escamas do animal. 

A coloração, também muda significativamente, temos agora o vermelho e o amarelo aliados ao preto, enquanto que na versão original temos duas tonalidades de azul e um vermelho. A cor predominante passa a ser o vermelho em detrimento do azul, de tonalidade frias a ilustração passa a ter tonalidades quentes. Com estas modificações, a correspondência das cores aos elementos também se altera, temos agora elementos vermelhos numa zona central na horizontal da composição, o cesto, as bóias da rede, o casaco e chapéu do pescador. A zona inferior, como as calças e botas do pescador e a rede, encontram-se agora a preto sobre o amarelo do areal. O amarelo também se destina ás estruturas que se sobrepõe à linha do horizonte. O desenho do mar e do céu, é deixado em folha virgem, a prateado, tendo no entanto, certos locais numa tonalidade cinza, conseguida talvez pela impressão de linhas finas a preto. É de notar ainda, que certas zonas a preto, como no elemento circular e na designação da marca, não são opacas, podemos assim vislumbrar o amarelo, cor a que se sobrepõe. Ainda quanto às tintas, elas são aguadas, adquirindo assim algum brilho e reflexo.

Distinguimos quatro tipografias, todas sem serif e com espessura de traço regular. A designação da marca, entre aspas, apresenta uma linha de contorno a preto, sendo-lhe também conferida tridimensionalidade, destacando-se das demais tipografias. No elemento circular com informações relacionadas à empresa, temos uma tipografia de contornos arredondados. O texto secundário impresso a preto, aparenta variar entre um tipo regular e wide. Por último, a tipografia da frase a prateado, é das mais destacadas pela qualidade visual brilhante, além de ter um contorno a preto, sendo também conferido um efeito tridimensional ás letras, apresenta também algumas características que a diferencia nomeadamente na letra ‘R’, com as terminações curtas, na letra ‘U’ com uma base linear de cantos arredondados e por exemplo na letra ‘G’ com uma barriga pronunciada. 

As cores utilizadas passam a estar relacionadas com a condimentação da conserva, em azeite de oliveira e tomate, correspondendo assim ao amarelo e ao vermelho. Somos da opinião de que apesar das tonalidades serem agora quentes, a atmosfera da ilustração não nos parece conferir a mesma noção de tranquilidade da versão vintage, pois em oposição a estas cores vibrantes temos um mar e céu acizentados. Assim, a ilustração da versão vintage parece-nos mais envolvente, naturalista e bucólica.