Empresa

Sociedade Mercantil Luso-Brasileira • Almada


Sociedade Mercantil Luso-Brasileira

Factory name unknown

Unknown opening date

Unknown closing date

Sucessores da A. Leão & C.ia e Lino & C.ia

ALMADA

Ginjal • Almada

1930

No Anuário Comercial de 1930 estão referenciadas as principais fábricas em funcionamento, destacando 7 fábricas de conservas:

– Artur Gonçalves (Ginjal)

– Demosthenes Pappalhoardos (Banática)

– Geobatta Trabuco, Lda. (Porto Brandão)

– Joaquim Azevedo Sant’Anna (Caramujo)

– Etichaner Roth (Ginjal)

– Motta Pinto & Baptista Lda. (Ginjal)

Sociedade Mercantil Luso-Brasileira Lda. (Ginjal)

(Joana Dias Pereira, “A formação da classe operária portuguesa e o caso de estudo almadense”, in Anais de Almada, 13-14, 2010-2011, p. 145 e p. 147)

 


Fontes: |